Treinamento Físico na Gestação

Treinamento Físico na Gestação

  • Posted by Leandro Monteiro
  • On 11/02/2020
  • 0 Comments

Treinamento Físico na Gestação – Dicas para as mamães e treinadores

Por Jaquelyne Nardi CREF: 125426 G/SP

Master Trainer Flow | São Paulo

AS PRIMEIRAS 12 SEMANAS

            Você descobriu que está grávida e agora?

            Planejada ou não a gestação ela pode vir acompanhada de muitas dúvidas, desejos e inúmeras informações novas para a mamãe, desde um universo de pensamentos a mudanças físicas que viram pela frente.

            A primeira semana deve ter um acompanhamento do médico e seguir a risca todas as indicações. Se estiver tudo “ok”, após a liberação médica nada impede que a mamãe inicie ou continue com uma rotina de exercícios físicos, mas é importante seguir algumas recomendações:

  1. Este período da gestação é muito importante reduzir a intensidade, devido a placenta está em formação e o bebê não está totalmente alojado no útero. Contratar um treinador pessoal que personalize seu treino, com certeza fará toda diferente.
  2. Exercícios que gerem impacto, esportes de contato ou coletivos devem ser evitados, pelo motivo de ter a possibilidade de ocorrer algum choque com o abdômem ou queda da gestante.
  3. Algumas mulheres manifestam enjoos neste período. Existe sim, uma explosão de hormônio em seu corpo, porém, uma boa orientação nutricional e atividade física ajudaram a manter a ordem neste momento.

Lembre-se: “essa nova fase, requer cuidados específicos”, não se preocupe com as mudanças física em seu corpo, cuide da saúde interna e mental. Uma prescrição de exercícios físicos correta e que tenha uma dose resposta adequada para cada fase permitirão uma gestação saudável, um parto tranquilo e uma volta ainda mais rápida para sua rotina de atividades antes da gestação.

13 á 26 SEMANAS DE GESTAÇÃO

      Parabéns mamãe, agora você anuncia a gestação mais tranquila. No início deste período alguns dos seus medos já passaram e o corpo manifesta formas diferentes.

      Tenho uma ótima notícia para você!!!

      Essa será a fase mais produtiva na sua rotina de treinamento.

  1. Melhor disposição;
  2. Qualidade na execução e no controle dos movimentos;
  3. Momento de vivenciar o treinamento e almejar manter uma frequência nos treinos e consequentemente aproveitar todos os benefícios

Para os treinadores (personal trainer)

  1. Mantenha a mesma rotina de treinamentos da gestante, variações de modalidade geralmente não são aconselhadas nestes período.
  2. Inicie ou aprimore exercício de mobilidade e estabilidade dinâmica, a estrutura da mamãe começa se modificar e a relaxina potencializa esses exercícios e ajudam a diminuir ou evitar as dores.
  3. Não deixe de treinar para desenvolver Força e não treine para hipertrofia. Os treinos hipertróficos podem esperar um pouquinho.
  4. Explore o desenvolvimento do condicionamento físico cardiovascular os ganhos atingidos contribuíram, bastante, na próxima fase que vem por aí.

27 á 35 SEMANAS DE GESTAÇÃO

            A mamãe, neste momento vive uma ansiedade intensa, causada pela descarga de hormônios e expectativas de ver o rostinho do bebê, o parto, detalhes para a chegada. E junto com tudo isso, o cansaço físico vem se apresentando, pés inchados, fadiga para locomover-se na rotina que já existia antes.

            Tudo isso faz parte deste momento, e o exercício físico vem para amenizar esses incômodos. De qual forma?

  1. Exercícios cíclicos que utilizem preferencialmente a via lipolítica, podem fazer parte da sua rotina todos os dia. Todos os dias? A resposta é sim, em menores quantidades e de curta duração eles trarão benefícios imensuráveis.
  2. Neste momento treinadores, tenha mais paciência com a gestante, lentidão ou euforia estão presentes nas aulas.
  3. Muitas mamães estão com pouca disposição e desmotivadas para se exercitar. Porém, outras, passarão horas por dia na academia ou no esporte que pratica.
  4. Os exercícios de mobilidade, contribuem bastante para o parto, associados com o condicionamento físico ajudam a controlar o peso e amenizar os incômodos.
  5. Existem vários métodos e estratégias que preparam o corpo da mulher para o parto. Entretanto o cuidado com a parte emocional é muito importante.
  6. Para as mamães que desejam o parto normal é extremamente necessário apresentar esse desejo para seu médico. Juntamente neste caminho estão as Doulas assistentes de parto que acompanham a gestante que exercem um trabalho muito carinhoso e efetivo em apoio as mulheres durante a gestação e no puerpério.

Enfim, caminhamos para as últimas semanas e como se exercitar neste período?

A PARTIR DA 37 SEMANA

            Tem alguém conseguindo dormir aí? O espaço na barriga da mamãe começa a ficar pequeno para tantos giros e piruetas. Tudo parece estar em ordem, em muitos casos, a bolsa maternidade já está pronta, o plano para o parto está tudo ok. Mas, ainda faltam algumas semanas….

            Que poderiam ser ditas como “longas semanas”, pois a vontade de tê-lo nos braços é maior que a disposição de lidar com os incômodos dos últimos dias.

            Para isso a disciplina com a rotina de exercícios físico tem que ser mantida até o final da gestação.

            Para os treinadores (personal trainer)

  1. Fracione o treinamento, diminuam as intensidades. Neste momento caminhadas de 15 minutos diários mudam as condições físicas da gestante.
  2. Invista em exercícios respiratórios, isso acalma e prepara a mulher para trabalho de parto. E não deixe de trabalhar as mobilidades.

Logo, logo teremos mamãe e bebê juntos para iniciar um novo treinamento.